Remoção de Tatuagem a Laser

A remoção de tatuagem a laser é realizada por meio de uma tecnologia avançada de laser que possui luz bem definida atingindo, portanto, somente a camada da pele que contém o pigmento. A tecnologia empregada para a remoção de tatuagem a laser é o laser de Yag, equipamento desenvolvido especialmente para essa finalidade.

O aparelho age disparando um feixe de luz com comprimento de onda específico que, ao atingir a pele, é absorvido pelos pigmentos tanto pretos quanto coloridos. Antes de realizar a remoção de tatuagem a laser a pele é preparada com anestésico local, de modo a amenizar a sensação de calor na pele do paciente.

A absorção da energia de luz provoca a fragmentação do pigmento da tatuagem que, por sua vez, é absorvido pelo sistema imunológico do próprio organismo. A quantidade de sessões na remoção de tatuagem deve variar de acordo com o pigmento e profundidade em que está situado. Também, leva-se em consideração a intensidade da tinta, as cores utilizadas e, principalmente, a resposta do organismo de cada pessoa.

>> Veja fotos de antes e depois

Conheça a tecnologia

Desenvolvido especialmente para essa finalidade, o laser para remoção de tatuagem produz feixes de luz fracionados a partir de Nd:YAG (sigla que significa cristal de ítrio-alumínio-granada dopado com neodímio, em português) com função Q-switch. Essa é a denominação do meio ativo do laser, que chega como um novo padrão para remoção de tatuagem. Através desse laser são produzidos feixes de luz. Geralmente, o laser de Nd:YAG tem comprimento de onda de 1064 ou 532 nanômetros. Por possuir faixas de transição entre 940 nm e 1440 nm, o equipamento consegue fragmentar a tatuagem sendo ela preta ou colorida, inclusive pigmentos mais claros, como o amarelo.

Para remoção de tatuagem, o laser de YAG atua sob a técnica da fototermólise seletiva, onde determinadas moléculas são mais suscetíveis à absorção de luz, podendo ser aquecidas e fragmentadas. Entre essas moléculas, encontra-se a tinta usada em tatuagens. Esse pigmento é exógeno e absorve calor, sendo quebrado em partículas pequenas que são fagocitadas e eliminadas pelo organismo, ocorrendo então a remoção da tatuagem.

A fototermólise seletiva mencionada acima possibilita selecionar o desenho a ser removido, não danificando porções despigmentadas da pele e diminuindo o tempo de recuperação. A tecnologia Q-Switch também é utilizada pelo fabricante a fim de reduzir ainda mais o tempo do processo. Com ela, pulsos de nanosegundos são emitidos, permitindo aplicar máxima potência sem causar queimaduras na pele. Ao todo são quatro ponteiras diferentes que atingem regiões distintas, uma vez que a tinta da tatuagem pode estar alojada em diversas camadas da pele.

Ponteiras e tecnologia 4G Toning

Com um comprimento de onda de 1064 nm, a ponteira preta trata os pigmentos que ficam entre a epiderme e a derme. A segunda ponteira, a azul, utiliza um par de raios de 1064 nm cada, chamado de laser colimado. Sua potência é dividida para alcançar pigmentos mais profundos. A terceira ponteira utilizada na remoção de tatuagens possui laser fracionado e, para diminuir a dor, de forma alternada, atua sob alta potência. Além disso, esse método também não causa tantos danos à pele e reduz o tempo de recuperação. A última ponteira, verde, também é fracionada e seu comprimento de onda é utilizado em 532 nm, número ideal para remover cores quentes como vermelho e marrom.

A utilização dessas ponteiras e suas tecnologias é projetada para minimizar efeitos colaterais como dor, cicatriz por queimadura e hiperpigmentação. A tecnologia patenteada pela Laseroptek chamada Elemento de Difração Ótica permite a emissão de um raio preciso e uniforme, sem causar danos desnecessários. Quando um laser é usado por várias horas, o meio ativo superaquece e pode distorcer ou se tornar impreciso, o que aumenta a possibilidade de queimaduras. A partir disso, surge outra tecnologia exclusiva do aparelho: as lentes de compensação termal. Esse recurso evita a divergência de potência entre o eixo do laser e sua região periférica, impedindo o desequilíbrio na ação do feixe de luz.

Saiba mais sobre o equipamento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *