Mitos e Verdades sobre Remoção de Tatuagem

1 Tatuagens “amadoras” são mais difíceis de tirar?

Justamente o contrário. Quando a tatuagem é realizada por um profissional, a tinta utilizada na aplicação é de alta qualidade. Já as tatuagens feitas em casa, por amadores ou com outros tipos de pigmento, acabam sendo mais fáceis de remover justamente por conta da qualidade que costuma ser inferior às profissionais, o que requer menos sessões de remoção.

2 Retirar a tatuagem pouco tempo depois de ser feita prejudica a pele?

Isso pode ser até mesmo uma vantagem, uma vez que a tinta ainda não está bem fixada na pele. No entanto, é preciso aguardar a total cicatrização da tatuagem, que dura em torno de 45 dias.

3 Quem sofre com queloide não pode fazer o tratamento?

Quem possui esse tipo de problema pode fazer o tratamento de remoção, mas deve ter muito cuidado. É possível tentar iniciar o procedimento, porém, caso haja algum caso clássico de problemas de queloide, não é indicado realizá-lo. Para pessoas que possuem outros problemas dermatológicos como psoríase, doenças cutâneas crônicas, histórico de vitiligo, entre outras doenças autoimunes, também não é recomendado o tratamento.

4 Não é possível refazer uma tatuagem na pele que passou por uma remoção?

Vários tatuadores aconselham seus clientes a realizarem algumas sessões de remoção para clarear o desenho feito. É necessário apenas que a pele se recupere totalmente da sessão de laser antes de submetê-la a outra tatuagem.


VERDADES


1 É possível remover completamente a tatuagem com laser?

No decorrer do tratamento, que pode durar de 4 a 12 sessões, os traços se tornam mais finos e claros, até desaparecerem. Porém, a remoção completa depende de também de fatores como qualidade da tinta, idade da tatuagem, cor, entre outros exemplos.

2 Dói?

O procedimento de remoção da tatuagem causa algum desconforto porque o laser atinge a tinta intensamente. Entretanto, há vários métodos utilizados pelos profissionais para amenizar esse desconforto como gelo e pomadas anestésicas, por exemplo. Na primeira semana, os profissionais recomendam o uso de curativos, principalmente se houver formação de bolhas, que costumam ser mais frequentes em tatuagens coloridas.

3 Tatuagens coloridas são mais difíceis de serem removidas?

O laser utilizado no procedimento de remoção tem mais afinidade com cores escuras, portanto, as tatuagens coloridas são mais difíceis de serem removidas. Numa escala da mais difícil para a de mais fácil remoção (caso não haja combinação de cores): branca, amarela, verde, azul, vermelho, preto.

4 A remoção é mais eficiente em algumas partes do corpo do que em outras?

Áreas mais expostas ao sol como braços, pés e mãos são regiões que tendem a ser de difícil remoção. O resultado é mais eficaz em peles mais contrastantes com a tatuagem. Por conta disso, peles bronzeadas e/ou negras são mais resistentes ao laser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *